COMO DESCOBRI QUE IRIA SER MAMÃE.

Atualizado: Ago 10


Gravidez, mamãe surpresa, descoberta, mundo azul,  mãe de menino.
Imagem ilustrativa.

Falar sobre a maternidade é bastante desafiador! Acredito que muitas vezes me vejo em uma montanha russa de sentimentos, sensações...


Fui convidada pela Eloysa e pela Ellen para estar escrevendo sobre meu mundo azul, rs... que pra quem não sabe e não me conhece, me chamo Adriana, 28 anos, fotógrafa e por último e não menos importante, mãe do Antonio, de dois anos e dois meses.


Quando recebi o convite juro que tive medo do compromisso, devido a essa rotina de trabalho, família e filho. Mas aceitei (super contente) acreditando que nós mamães sempre conseguimos, sempre damos um jeitinho! E cá estou, nessas madrugadas da vida, escrevendo para vocês! (Obrigada pelo convite, meninassss!!!)


Sou uma pessoa que acredita muito em Deus, e diante disso vou contar de uma maneira diferente como foi descobrir que estava grávida para vocês!


Começo com a seguinte frase: "Deus prepara tudo na vida da gente", alguém duvida?! ...e comigo não foi diferente! Tudo bem que imaginava que no mínimo estivesse casada, vestido branco, benção de Deus, família reunida, amigos mais próximos, etc... maaaaaas, como eu não sou igual a todo mundo, o meu presente veio antes! Yess! Sim, com toda certeza do mundo: O MELHOR PRESENTE DA VIDA!!!!


Eu namorava a pouco tempo quando por um instante resolvi fazer exame de sangue na idéia de que: assim eu tiro da cabeça! (Ah tá, aham).


Cheguei toda animada no laboratório, e avisando: "Gente, calma que eu não estou grávida tá?! É só pra tirar da cabeça!"


Pedi para estarem me ligando quando ficasse pronto e que por telefone mesmo falasse o resultado. Mas nada do meu celular tocar...


Ah! Antes que eu me esqueça; já tinha avisado o "futuro papai" que estava indo fazer o exame, mas que era p ele não se preocupar. Ainda brinquei: "E se eu tiver?!" Ele: "A gente tá junto!" (Achei fofo naquele instante).


Enfim! Eis que eu mesma ligo no laboratório e lembro como se fosse hoje:

Eu: Oi, é a Adriana! O exame ficou pronto? Moça (com uma voz preocupada): Sim, você vai vir buscar? Eu (de boa, super tranquila, calma, plena): Não precisa, pode falar por aqui mesmo! Moça: POSITIVO! Eu (morta desesperada, quase pedindo socorro do céu): Sério?! Moça: Sério! Vc quer vir buscar o exame?! Eu (bege, branca, incolor): Aí, depois eu te ligo!

Na mesma hora, sem pensar direito liguei para o futuro papai e bem fina já mandei, por telefone mesmo: "Tô grávida"! Detalhe: sem saber se ele estava na fila do banco, em reunião, nada! Apenas falei!


Tava em choque! Contei e comecei a chorar! Ele na maior calma do mundo, me disse para não chorar, que o bebê sente. Foi tão bom, tão acolhedor, e importante escutar aquilo, naquele momento! Percebi que não estava sozinha, que tinha o apoio dele! E de certa forma foi muito positivo pra mim! Entenderia também se ele ficasse aflito, mas ele me acalmou! Me tranquilizou e sempre repetia: "a gente tá junto!" (vou até por corações, pq eu nunca vou me esquecer da atitude dele diante do susto mais lindo da vida). ❤❤❤❤❤


Fiquei noites sem dormir, sem comer e só chorava! Demorei três dias para conseguir contar para a minha família, tinha muito medo da reação deles...


Mas como os planos de Deus e o tempo dEle é diferente do nosso, veio em uma palavra de oração que "Deus estava mandando um anjo na minha vida, para me trazer alegria e florir o meu jardim".


E não foi diferente!


Assim que contei para a minha família, consegui entender, respirar e me permitir viver a maternidade! Dentro de mim nascia uma sementinha de amor!!!


Tive uma gravidez super ativa, feliz, cheia de gordices, paparicos, amor, carinho, respeito, vontades, sono e mais sono, aproveitei tanto meu barrigão!! Cantava, contava historinhas, conversava horas e horas com meu baby, cutucava ele às vezes quando estava muito quietinho (só pra ver se estava tudo bem, rs), comia muuuuito palmito, barras e barras de chocolate (só engordei 12kg, acreditem), e muitos sonhos realizados, com a graça de Deus!


Hoje sou casada, e muito feliz! Acho impossível olhar para o meu passado e não enxergar o agir de Deus! Tudo foi permissão dEle! Meu jardim floriu, minha alegria hoje tem 2 anos, é uma criança cheia de saúde, feliz, com energia de sobra, esperto... só posso agradecer pelo dom de ser mãe, mãe do Antonio!

Engraçado que escrevendo aqui para vocês, além de relembrar aquele frio na barriga de viver um mundo novo e único, pude recordar como eu era e como hoje sou! Vejo a transformação que a maternidade fez comigo e acredito que faça com todas nós mulheres, de uma maneira tão positiva! A maneira como vemos o mundo, como nos vemos, como escutamos, Filtramos... nossas prioridades, compromissos, rotina, paciência... tudo muda! Só o amor que permanece e prevalece! Amor incondicional!

Alguém ainda tem dúvidas de que Deus é mara?!

Espero que vocês tenham gostado e até o próximo!

Beijos.



Fonte:

Adriana Gaion Trevisan

IG: @studioafotos_