LANCHE ESCOLAR.

Atualizado: Ago 11



Alimentação, nutrição, lanche escolar, saudável
Imagem ilustrativa.


A construção de o hábito alimentar saudável deve ser iniciado desde o primeiro momento em que a criança tem contato com a alimentação.

O exemplo é o maior incentivo para a criança se habituar em ter uma vida saudável. As crianças são completamente influenciadas pelas atitudes dos pais e sempre vão querer fazer o mesmo que eles fazem.

Tendo uma boa influencia alimentar em casa, fica mais fácil incluir alimentos saudáveis na vida escolar.

Esta é uma fase primordial para se construir hábitos saudáveis para lanches da criança, que se estendera até a fase adulta.

É muito importante o responsável pela criança, se organizar e ter muitas ideias para variar o cardápio.


Muitas vezes com a correria do dia-a-dia as mamães esquecem, e acabam comprando produtos ultraprocessados e colocando na lancheira do seu pequeno, o que é ruim para a saúde da criança, além de não ajudar a construir um hábito saudável.

Primeira dica é: Organização e planejamento! E lembre-se, comida saudável deve ser caseira, fuja dos industrializados.

Um lanche saudável precisa ter pelo menos, todos os grupos alimentares que têm a função energética, construtora e reguladora.

Energéticos: Estão os carboidratos, cereais e gorduras boas.

Construtores: Estão as proteínas, carnes, ovos, leite e proteínas vegetais.

Reguladores: Estão as vitaminas e minerais encontrados nas frutas, verdura e legumes.

Dicas e sugestões para lanches:

Lanche 1 - suco natural de frutas, sanduiche natural (pão integral, queijo branco, alface e tomate) e uma fruta.

Lanche 2 - água de coco, pipoca (feita na panela) + uma fruta.


Lanche 3 - Iogurte natural batido com fruta, bolo caseiro (feito pela mamãe) + uma fruta.

Estas são apenas dicas, lembre-se que variar é muito importante! A saúde e hábitos do seu pequeno, merece toda sua atenção!



Fonte:

Paula R. Tonetto – Nutricionista

CRN3 48578

Centro Integrado UNION – Ibitinga/SP