MEU FILHO É TÍMIDO OU INTROVERTIDO?

Atualizado: Ago 10


Psicologia, criança tímida ou extrovertida, terapia psicológica.
Imagem ilustrativa.

Muitos pensam que introversão e timidez é a mesma coisa e, que toda criança introvertida é tímida ou vice e versa, porém, mesmo com algumas características em comum, não é o mesmo, vamos entender um pouco a diferença entre uma criança introvertida e uma criança tímida.


Introversão é um traço da personalidade do ser humano, uma característica psicológica, que geralmente é presente desde o inicio da infância. A criança introvertida prefere brincadeiras e lugares que tenha menos pessoas, é mais contida emocionalmente, opta muitas vezes por brincar sozinha e inventa o seu mundo fantasioso de diversão.

Alguns pais acabam achando que pelo fato da criança apresentar essas características ela tem algum problema e/ou dificuldade em expressar suas habilidades sociais. Quando na verdade, muitas vezes não passa de um traço psicológico de determinada criança.

Ademais, casos em que essa introversão é exacerbada e começa atrapalhar os relacionamentos da criança na escola e em casa, deve-se procurar ajuda profissional psicológica para aliviar quaisquer que sejam as angustias que estão ocasionando tal comportamento depreciativo no pequeno.

Já a timidez, pode ser sinalizada em ações advindas de momentos específicos, sejam eles frequentes ou não. Certo grau de timidez é normal e até mesmo saudável na fase da primeira infância, pois é um período onde a criança está conquistando sua autonomia e entendendo o mundo que a cerca. Afinal, quem nunca teve o/a filho/a se escondendo atrás das pernas por vergonha de algo ou alguém?

Quando a timidez chega ao ponto de causar ansiedade e medo na criança, aconselha-se que se procure terapia psicológica para trabalhar a questão de superação e enfrentamento dos medos.

Aos papais, é recomendado que aceitem seus pequenos como eles são, com as características que tiverem e, não tentem força-los a serem alguém diferente do que são. É claro que os pais precisam educar os filhos visando o seu desenvolvimento social, mas sempre lembrando de respeitar o temperamento que cada um apresenta.



Fonte:

Mariana Alves PSICÓLOGA CRP: 06/138009 Cel.: (16) 99745-3247 Email: mari.f.alves@hotmail.com