PALPITES: COMO LIDAR COM O EXCESSO DE INTROMISSÃO DOS AVÓS?

Resolver conflitos com as avós do seu bebê pode parecer difícil em um primeiro momento, mas entender exatamente os seus sentimentos e quais os problemas entre você e sua mãe (ou sogra) é o primeiro passo para solucionar a situação.

mãe, avós, crianças, intromissão
Fonte: Guia Infantil

Entender seus próprios sentimentos ajudará você a enxergar as coisas sob o ponto de vista delas. É difícil ter que assumir o controle da situação com a sua mãe, e bem mais difícil caso seja sua sogra, mas comportar-se de maneira madura e centrada é a maneira mais eficiente de resolver tudo como adultos.

Existem três maneiras de demonstrar os nossos sentimentos:

- o de mãe ou pai: que dá carinho, mas também critica

- o de criança: inconsequente e que faz birra

- o de adulto: que permanece neutro e calmo.

Nós assumimos esses papéis sem perceber, por isso é possível que sua mãe, mesmo sendo sua mãe, se comporte como uma criança de vez em quando. Começar a enxergar essa nova perspectiva facilitará a sua percepção de qual papel você assume quando está com elas.

Porém, sempre haverá momentos em que você não conseguirá se virar sozinha e precisará de auxílio, apoio, cuidados e conselhos, e provavelmente, quando as avós do seu filho começam a te criticar, pode ser que você não se sinta boa o suficiente para o seu bebê.

Por outro lado, elas são mães há mais tempo e possuem muitas coisas que vocês podem aprender juntas. Nos momentos em que você sentir que elas estão dominando demais, tente pensar como “adulta”, um papel que você procura observar a situação como se estivesse de fora.

Desempenhar esse papel implica você ficar calma e neutra, em um momento de silêncio - talvez quando o bebê estiver dormindo - sente e pergunte a elas se querem conversar sobre essas questões.

Pensem e tentem tratar os problemas como se fosse um quebra-cabeça. Se esforce para afastar todos os ressentimentos e emoções de maneira calma e neutra, é bem provável que a outra pessoa aja da mesma maneira.

Provavelmente, ser avó também é uma novidade para elas, assim como ser mãe é uma super novidade para você e todo mundo está se adaptando.



Andrew G. Marshall

Terapeuta especializado em relacionamentos