POLTRONA DE AMAMENTAÇÃO IDEAL.

Atualizado: Ago 10


Amamentação, poltrona, quarto do bebê
Imagem ilustrativa.

A poltrona de amamentação é uma das peças mais importante a serem adquirida pelas mamães, uma vez que será o item mais utilizado durante os primeiros meses do bebê. Por sua importância, é essencial que o modelo escolhido seja adequado e funcional, pois isso influenciará diretamente no conforto e bem estar durante as horas de amamentação.

Para ajudar na escolha certa, separamos algumas dicas essenciais que irão facilitar a decisão pelo modelo ideal para você.

Ao iniciar a escolha da poltrona, dê preferência aos exemplares que contenham braços, eles irão ajudar a dar o suporte para o bebê durante a amamentação, fazendo com que a mamãe possa distribuir o peso da criança para eles. Os braços não devem nem ser nem altos, ao ponto de deixar os ombros levantados, nem baixos; devem fazer com que o corpo fique alinhado confortavelmente. O espaldar (encosto da cadeira) também deve ser analisado; priorize modelos que apresentem uma altura maior: assim enquanto a mamãe amamenta, ela poderá encostar a cabeça e descansar.

Em relação á dimensão da cadeira de amamentação, deve-se adotar um exemplar que seja sempre um pouco mais largo do que o encaixe do corpo, assim irá facilitar a fixação da almofada de amamentação. O ideal é que a poltrona envolva as costas.

Como muitas mulheres optam por cesariana, a altura do assento é um item que deve ser levado em conta. Cadeiras com assento muito baixo vão dificultar o ato de sentar e levantar, causando desconforto no corte. Por outro lado, modelos altos vão fazer com que os pés não alcancem o chão, o que também não é indicado. Uma dica muito interessante é adquirir juntamente com a poltrona o Puff para descanso nos pés, pois nos primeiros meses de amamentação geralmente os membros inferiores ficam mais inchados e ele será um conforto a mais na rotina.

Muitas mulheres ficam na dúvida em adquirir ou não um exemplar com balanço. Deve-se ficar atento ao escolher esse tipo de poltrona, pois pode sugestionar a criança a ser ninada enquanto amamenta.

Analisado todos os prós e contras do modelo a ser escolhido, finalmente passamos a pensar em sua beleza. Uma sugestão é escolher uma cadeira que possa posteriormente ser utilizada em outro ambiente e ter predileção por tecidos frescos. Agora é só escolher o estilo que mais agrada e fazer a rotina ficar mais relaxante.

Fonte:

Talita Palamin Massucato ARQUITETA