PROBLEMAS CONJUGAIS: MEU FILHO DEVE SABER?

Atualizado: Ago 11


Pais, familia, filhos, psicóloga, saúde mental
Imagem ilustrativa.

Quando se trata deste assunto não existem muitas regras padronizadas, o importante é sempre preservar a saúde mental dos pequenos.

Muitos pais acreditam que os filhos são desligados ou que não entendem e inventam histórias para amenizar a verdadeira situação que o casal se encontra, porém, a criança está atenta a tudo e começa a sentir que os pais mentem pra ela.

As crianças geralmente sentem-se responsáveis pela união harmoniosa dos pais e, quando estes se separam a criança sente que fracassou na sua missão de manter os pais juntos e felizes.

Uma separação conjugal mal resolvida para o filho, pode acarretar serias questões emocionais futuras, como dificuldade em se relacionar, auto estima baixa, dificuldade em atribuir valores a tudo o que realiza, confiança abalada, ansiedade e vários outros sintomas.

O ideal e recomendado é que os pais consigam conversar com os seus filhos, sempre falando a verdade.

Ambos os pais devem deixar seus problemas pessoais de lado e sentarem com o pequeno para uma explicação. Procurar evitar discussões na frente do filho e programar uma rotina com ele para que não sinta tanto a ausência de um dos pais em casa.

A criança precisa sentir que independente da separação do casal o sentimento pai/filho e mãe/filho não vai mudar e que vai continuar sendo amado e protegido pelos pais.



Fonte:

Mariana Alves

PSICÓLOGA

CRP: 06/138009

Cel.: (16) 99745-3247

Email: mari.f.alves@hotmail.com