VOCÊ TEM MEDO DE CUIDAR DO COTO UMBILICAL DO SEU BEBÊ?

Atualizado: Ago 10


Cordão umbelical, maternidade, bebê, coto umbelical.
Imagem ilustrativa.

Durante a gestação, a mamãe e o bebê são ligados pelo cordão umbilical que, saindo da placenta, transmite ao bebê o sangue rico em nutrientes e oxigênio.


Ao nascer, o bebê se encontra pronto para retirar do ambiente o alimento e os gases de que necessita para sua sobrevivência. Assim, esse cordão umbilical já pode ser cortado.


Geralmente o médico corta esse cordão cerca de dois centímetros acima de sua imersão no corpo do bebê, restando uma pequena parte dele presa ao corpo, a qual se degenerará e se desprenderá dentro de 7-10 dias.


É essa pequena parte do cordão umbilical, ainda presa ao corpo do bebê, que se denomina coto umbilical. Não se assuste, ele vem da Maternidade com uma pequena presilha, chamada “clamp” : faz parte do processo do nascimento.


Esse coto irá secar, lembrando um “fumo de corda” e cairá!


Devemos atentar para a higiene desse local: durante o banho limpar a região com sabonete neutro e água.


Após isso, devemos secar o local e passar álcool 70% com auxílio de hastes flexíveis na cavidade do umbigo.


Durante as trocas de fralda também é recomendado realizar o curativo.

Mantenha sempre o local arejado.. não há necessidade de fechar o coto umbilical com curativos oclusivos.


Atenção: não devemos usar moedas, fumo, faixas e medicamentos que não forem receitados pelo pediatra! Existe risco de infecção, tá bem?

Não há o que temer…

O tecido do coto umbilical é morto, por isso não haverá o risco de machucar o bebê enquanto realiza a higiene e não dói. É normal aparecer uma secreção amarela semelhante ao pus no coto umbilical, se estiver muito preocupada com o aspecto do local, entre em contato com o (a) pediatra.